quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

FELICIDADE



Quando se é feliz
as palavras possuindo cores
alçam vôos de peregrinações
eternas.

Quando se é feliz
há uma cantiga amiga
leveza de neve caída
com a doçura do silêncio.

Quando se é feliz
os pássaros não são fugidios
as noites e dias são longos demais
as nuvens não desabam.

Quando se é feliz
a vida é noiva da esperança
e a criança é sutil demais
e o beijo permanece eterno.

Quando se é feliz
a vida e a morte
entrelaçadas
se vestem de carícias iguais.


Alvina Nunes Tzovenos
In: Palavras ao Tempo