quarta-feira, 19 de novembro de 2014

APONTAMENTO




Ó noite, ó noite, ó noite!
Luar e primavera
e os telhados cobrindo
sonhos que a vida gera!

Subo por essas horas
solitária e sincera, 
e encontro, exausta e pura, 
minha alma que me espera.


Cecília Meireles
In: Poesia Completa