quinta-feira, 4 de abril de 2013

OCTÁVIO PAZ



 A poesia é conhecimento, salvação, poder,
 abandono. Operação capaz de transformar 
 o mundo, a atividade poética é revolucionária
 por natureza; exercício espiritual,
 é um método de libertação interior.
 A poesia revela este mundo; cria outro.
 Pão dos eleitos; alimento maldito.
 Isola; une.
 Convite à viagem; regresso à terra natal.
 Inspiração, respiração, exercício muscular.
 Súplica ao vazio, diálogo com a ausência,
 é alimentada pelo tédio, pela angústia e 
 pelo desespero. Oração, litania, epifania,
 presença. Exorcismo,
 conjuro, magia. Sublimação, compensação,
 condensação do inconsciente.
 Expressão histórica de raças, nações, classes.

Octávio Paz,
 de "O arco e a Lira"