sábado, 14 de fevereiro de 2015

HIBISCOS




Há flores que se comem
como se fossem frutas,
numa comunhão entre
os olhos, a boca e o jardim.
Hibiscos coloridos, caprichosos,
derramam no prato a sua beleza,
passageira como um relâmpago,
e ao morder um hibisco
nos transformamos em poesia.


Roseana Murray
in Abecedário (Poético) de Frutas,