terça-feira, 6 de maio de 2014

ARCO DE CORES



Dobrei o labirinto
e lá ele estava,
assente, como um farol.
Não indaguei como
nem quis saber porquês.
Melhor que as belezas
aconteçam assim
- um engaste do tempo -
zênite em mim. 

Fernando Campanella