quinta-feira, 22 de maio de 2014

PINHEIRO



Pinheiro verde.Verde pinheiro,
de braços estendidos no azul.
Pinheiro de minha infância!
Infância que ficou lá longe...
a distância...
Pinheiro alto robusto.
Pinheiro bonito.
Pinheiro antes de tudo, pinheiro.
Pinheiro que me viu menino.
Menino travesso.
Pinheiro que me viu crescer.
Pinheiro que me dava bom pinhão.
Pinheiro que me acolhia em sua sombra,
quando eu voltava da escola,
no sol quente.
Pinheiro que me escondia
das gotas de chuva.
Pinheiro amigo, que me entendia.
Pinheiro branco de geada.
Pinheiro agitado pelo vento,
que me assanhava os cabelos.
Pinheiro alegre, pinheiro amigo.
Pinheiro de agulhas pontiagudas,
mas que não feriam.
Pinheiro do tempo que ficou lá atrás...
Pinheiro, companheiro de todas as horas.
Pinheiro, um pedacinho de mim...
Pinheiro que me enche de recordações...
Uma gota de saudade...

Delores Pires
In A Estrela e a Busca