segunda-feira, 9 de junho de 2014

FLOR PEQUENINA



Flor pequenina,
Aberta no meio do lindo canteiro,
Porque será
Que, sendo tu tão pequenina,
Foi a ti que vi primeiro?
À tua volta,
Flores maiores,
Mais belas, talvez e perfumadas,
Quase te escondem ...
Tímida,
Como que te encolhes no meio delas;
E contudo,
Foi a ti que vi primeiro:
Só por seres pequenina, decerto!
Flor pequenina do meu jardim:
Deixa-me ser, como tu,
Pequenino!

Joaquim do Carmo
De: Amanhecer pelo Fim da Tarde