domingo, 8 de setembro de 2013

RUBIS



A terra escondeu nas entranhas
as suas lágrimas de sangue
para que ninguém as pudesse ver.

Jorge Sousa Braga 
in O Poeta Nu, 2007