quinta-feira, 3 de julho de 2014

ALEGRIAS




As alegrias passam por mim
Qual um sonoro bando de aves brancas
Por sobre o espelho do mar.

A superfície vibra de inquietas imagens.
Mas, a profundidade é sempre a mesma,
Sempre a mesma,
E é eternamente a mesma direção das vagas.


Helena Kolody
In ‘Luz Infinita’