quinta-feira, 3 de julho de 2014

DESTINO




Ai!
Ser como as densas florestas escuras
Que tecem filigranas vegetais
E em segredo se adornam para a festa da luz.

Ser como as densas florestas sombrias,
Que um raio de sol jamais penetrou.


Helena Kolody
In ‘Luz Infinita’