sábado, 4 de outubro de 2014

A NOSSA CANÇÃO DE RODA


A nossa canção de roda 
tinha nada e tinha tudo 
como a voz dos passarinhos- 
mas que será que dizia? 
A nossa canção de roda 
era boba como a lua. 
Mas a roda dispersou-se 
cada qual perdeu seu par... 
Agora,nossos fantasmas meninos 
talvez a cantem na lua... 
talvez que junto a algum leito 
a morte a esteja a cantar 
como quem nana um filhinho... 
A nossa canção de roda 
tinha nada e tinha tudo:era 
uma girândola de vozes 
chispando 
mais lindas do que as estrelas 
era uma fogueira acesa 
para enganar o medo, o grande medo 
que a Noite sentia da sua própria escuridão. 
Mario Quintana 
in "Baú de Espantos"