sexta-feira, 3 de outubro de 2014

INSCRIÇÃO



Nem sei se é Lua, se apenas um rastro de nuvem
No azul triste do dia.

Nem sei se é flor, se uma estrela caída da chuva
No jardim desfolhado.

Nem sei se é meu, se de outrem, o acenar da loucura
Com mãos de poesia.

Nem sei que dizem, ou que responda, se perguntam ...
Que o presente é passado.


Cecília Meireles
In Retrato Natural